Casamento em 2 rodas


Ao som de ˝Born To Be Wild” o “casal irreverência” aparece em cena. Não esperem o enquadramento perfeito, estes dois seres amam velocidade e fica mais difícil enquadrá-los. E o amor? Ahhh o amor, longe de se dissipar feito fumaça pelo caminho, renasce depois de cada pôr do sol na estrada.

Como este casal costuma fugir bastante dos padrões vigentes, não se assustem caso encontrem nas mesas dos convidados, no lugar de enfeites em tons pastel, miniaturas de motocicletas, enfeites pretos e franjados e jaquetas imitando couro vestindo as cadeiras.

Tem parceiros de viagem trocando a marcha nupcial, pelo roncar de mais de 20 motores. Que loucuraaa!!!

Nada impede deste casal tirar as luvas no momento da troca de alianças. Um charme a mais de pura irreverência.

Drinks coloridos e cervejas artesanais não devem faltar neste casamento tão atípico que, pasmem, poderia até ser celebrado in loco pelo dono do bar que costumam frequentar.

Os amigos se divertem com muito Rock ´Roll e pouco se importam com as regrinhas de etiqueta. Mostrando que "Vida loka" pode-se viver a dois rompendo a monotonia, cada dia num canto, beijando e acelerando mundo a fora.

A Make deste casamento… Imaginou? Isso mesmo, muito lápis preto e delineador idem, já o batom neste caso, vermelho é clássico.

O véu tem sua magia mas um capacete, meu amor, tem lá seu inusitado charme. Vestido, provavelmente será preto, isso se não for substituído por um jeans rasgado com um buquê gigante de rosas vermelhas.

Não se trata aqui do casal ser esquisito, mas sim de serem autênticos, essa é a magia. Se ambos curtem viajar em duas rodas, são despojados e quebram paradigmas. Isso ficará registrado no retrovisor de suas lembranças, no decorrer dos anos e no trilhar de sua nova estrada.

E a lua de mel, hein? Mochila nas costas e uma saída acelerada para ganhar um novo mundo, dividindo os pesos e aprendendo a deitar nas curvas.

Especialíssima também pode ser a escolha do Menu. Sem cardápios. Um food truck, sanduíches saindo da chapa quente e eloquentemente, de dentro do trailer o cheff gritando o nome dos convidados quando o sanduba escolhido estiver pronto. Uaaauuu!

Esse casamento cheio de estilo pode vir com pompa e circunstância sim. Não quebre, mas dobre a etiqueta. O que dizer de um comboio de amigos do moto club conduzindo o casal até a entrada da nova estrada rumo à lua de mel. Vai me dizer que não é um luxo?

O destino desta aventura a dois fica a critério do desejo do casal, rota 66 ou deserto do Atacama. Vai saber? O que mais importa é o caminho.